Como evitar complicações anestésicas em crianças

15-09-2022

Nas crianças o uso de técnicas cognitivas que inspirem confiança, reduzindo o medo através da comunicação positiva (verbal e não verbal) pode fazer toda a diferença. É preciso observar a reação da criança e se existir aceitação avançamos para o passo seguinte. Se existir rejeição, repetimos o passo até conseguirmos condicionar o comportamento.
Não raramente, a técnica da anestesia local é o procedimento mais demorado na consulta. 
Inibsa

Como evitar complicações anestésicas em crianças

Controlar as reações do nosso paciente e conseguir eficácia anestésica, é fundamental para realizar os tratamentos.
Saiba quais os truques que pode colocar já em prática para conseguir o sucesso anestésico,saber escolher as melhores ferramentas e técnicas para cada resultado.

Formadora: 

Dra Inês Guerra Pereira

  • Médica Dentista
  • Doutorada em Medicina Dentária pela Universidade do Porto
  • Especialista em Cirurgia Oral pela Ordem dos Médicos Dentistas
  • Professora Auxiliar Convidada de Cirurgia Oral na Faculdade de
  • Medicina Dentária da Universidade do Porto (2009 – 2020)
  • Pós-graduada em Clínica Integrada Odontopediátrica pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte
  • Pós-graduada em Ortodontia Intercetiva Odontopedriátrica pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte
  • Curso de Marketing Digital Avançada pela ANJE
  • Curso Intensivo de Marketing para Redes Sociais
  • Fundadora do Blogue www.dentadente.pt

21 h

Gratuito

Inscreva-se agora!